segunda-feira, 13 de janeiro de 2014

Ciência pasma em Israel: fiel católica é objeto de milagre

Teresa Daoud

 A cura do câncer, com fortes sinais de milagre, de Teresa Daoud – devota católica de nacionalidade israelense – abalou Israel, escreveu The Blaze.

Ela contou o caso todo ao Canal 2 de Israel, que também entrevistou seus médicos e analisou o caso clínico.

Teresa sofria de um câncer maligno na perna, o qual se desenvolvia rapidamente. Os médicos decidiram então amputar-lhe a perna.

A cirurgia foi adiada três vezes por razoes burocráticas. Ela interpretou os adiamentos como um sinal de que devia confiar mais na oração do que na intervenção médica.

O Dr. Jacob Bickels, chefe do Departamento de Oncologia Ortopédica do Hospital Ichilov, em Tel Aviv, disse: “Era claro para mim que ela ia morrer em pouco tempo. Ela é uma mulher instruída, inteligente, lúcida, e quando uma pessoa assim toma uma decisão sabendo bem das consequências, nós a respeitamos”.


Teresa Daoud rezando na igreja
Teresa ia rezar na igreja católica de sua cidade. É uma igrejinha singela, precedida por uma grande escadaria, que agora ela pode subir com naturalidade. Dentro há apenas um grande cruzeiro, a imagem de Nossa Senhora de Fátima, um quadro de São Charbel Macklouf e um humilde presépio.

Miraculosamente, segundo a mídia israelense, quando ela estava no quinto mês da doença, as chapas evidenciaram que o câncer havia desaparecido completamente.

“Se alguém tivesse me contado esta história, eu teria dito que os dois, a doente e o doutor, estavam mal da cabeça. É impossível”, declarou o Dr. Jacob ao Channel 2 de Israel.

Professor em alta tecnologia médica, o Dr. Jacob mostrou com chapas como o câncer, que se espalhava de modo violento, tinha desaparecido pura e simplesmente sem nenhum tratamento.

“Eu sentia dores em meu pé e em meu tornozelo, mas de início tentei ignorar”, explicou Teresa. Os médicos mandaram fazer radiografias e acharam um câncer do tamanho de uma laranja.

A biópsia revelou tratar-se de um tumor maligno que crescia velozmente.

Video: Israel pasmo: israelense católica é objeto de um milagre



A emissão do Canal 2 de Israel é em língua árabe.
Legendas em hebraico.
O post sintetiza as frases principais

“Para mim foi um choque”, disse Teresa à TV, “mas eu comecei a pensar na minha vida sem a perna”.

Após consultas com especialistas em oncologia de Israel e dos EUA, a resposta clínica era unânime: amputar.

Teresa voltou ao seu lar em Ussfiya, uma aldeia árabe perto de Haifa, e rezou intensamente por sua cura.

Três meses depois, ela voltou ao Hospital Ichilov para mais uma consulta com o Dr. Jacob Bickels.

As novas radiografias confirmaram que o câncer tinha desaparecido. “Eu tive um choque quando eu vi o resultado, não podia acreditar. Eu perguntei ao doutor se não era uma confusão” – disse ela.

Antes e depois
“Eu perguntei a ela o que tinha acontecido. Ela sorriu largamente e disse: ‘eu rezei’. Eu lhe ordenei tirar novas radiografias e o tumor havia se reduzido de modo impressionante” – contou o Dr. Jacob.

“Eu jamais tinha visto ou ouvido algo como isto. Eu sei que um câncer desse tipo não retrocede”, explicou o médico.

Para ter certeza plena, Teresa foi objeto de mais uma biópsia, que foi realizada pelo próprio chefe do Departamento de Oncologia Ortopédica.

“Este fenômeno não é possível e não há literatura clínica alguma nesse sentido”, concluiu o especialista.

“Cada vez que rezo, eu sinto paz e segurança. Eu tinha medo, mas estava em paz”, explicou Teresa.

“O efeito das coisas que acontecem na alma humana sobre as coisas que acontecem em seu corpo é uma área onde nós não entendemos praticamente nada”, acrescentou o Dr. Jacob Bickels. “Na minha opinião, isto é o que explica o caso de Teresa”.

“Eu sou um homem prático. Eu sou um cirurgião de câncer. Eu não procuro soluções nos céus, mas a única coisa que nós fizemos por Teresa foi demorar. Ela de fato não foi tratada” – concluiu.

“É um presente de Deus”, concluiu Teresa, por sua vez, para a televisão israelense.

12 comentários:

  1. Amen!!!!
    Obrigada Senhor!!!!

    ResponderExcluir
  2. Tereza, uma católica israelense, REZA e é curada. O milagre alcançado por Tereza, dentre outras coisas, mostra ou comprova para o mundo moderno que existe um método de oração, uma forma e uma postura, que deve ser observada por todos, para que as nossas orações sejam válidas e eficazes, para que nossas orações permitam que Deus realize em nós a comunicação de Seu Amor.
    Ela rezou de joelhos e recolhida, ou seja, rezou na forma e na postura tradicional, como era feito antigamente pelos antigos.
    Hoje não se reza mais, poucos são os que ainda rezam em casa. Infelizmente a maioria estão assistindo novela, e ainda vem o BBB.
    E a consequência disso é que nas Missas não se reza mais, mas vão lá pular, dançar, cantar e bater palmas. Fizemos de nossas Missas uma verdadeira bagunça onde todos entram vazios e saem mais vazios ainda.
    Até hoje não vi nenhuma pessoa testemunhar que recebeu uma graça na Missa celebrada de maneira desordenada, como uma algazarra.
    Antigamente se dizia: vamos rezar a Missa, mas hoje se diz: vamos celebrar a Missa.
    É que antigamente se rezava na Missa, hoje fazemos algazarra na Missa.
    Antigamente as pessoas podiam sair até mesmo curadas das Missas, hoje saem vazias, sem nenhum sentido, áridas e sem nenhuma disposição para rezar, para praticar a Caridade, o Amor pelos irmãos.
    Sem oração é impossível amar o próximo.
    Enquanto nossas Missas forem uma algazarra, as novelas orientarão as pessoas, ao invés do Evangelho.
    Nunca vi alguém alcançar uma graça com guitarras, violões e baterias.
    Anitta, a cantora fankeira mais sexxy (imoral) da atualidade saiu de um coro de Igreja, ela era parte dos músicos, e era católica.
    Ouvi alguém dizer que quem reza dentro da Igreja quer só aparecer. E quem toca violão, guitarra e bateria quer o que, então???
    Quem é que está APARECENDO na mídia explorando valores anticristãos: quem reza ou quem era músico(a)?
    Até hoje não vi nenhum organista tocando na mídia.
    Anitta, a fankeira mais imoral do Brasil, e quem sabe do mundo, é fruto de uma Missa avacalhada.
    Os músicos com seus instrumentos ambicionam a glória de Deus ou dos homens?
    Anitta que nos explique.
    O Papa Francisco é muito mais tradicionalista que os Lefevrianos, pois ele nos conduz a uma adesão muito mais radical a Cristo, nos convida a ser o que Cristo é: AMOR.
    Mas só é possível ser outro Cristo nessa vida se rezarmos, se formos à Missa para rezar e não pra fazer algazarra.
    A transformação da sociedade só é possível no AMOR, mas no amor de Cristo, não no das novelas, como disse o Papa. Para isso é necessário rezar.
    A reforma litúrgica já começou, é uma obra do Espírito Santo, ninguém mais a detém.
    Repito, o AMOR pelo próximo só é possível se rezarmos, mas sobretudo temos que rezar a Missa, viver a Missa e não avacalhar a Missa.
    Pessoas completamente incapazes assumiram, atualmente, o comando das liturgias, basta comprovar que Anita, a fankeira imoral, era uma dessas pessoas que comandavam as Missas algazarradas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A força da comunhão é maior que tudo, o silêncio interior, a fé, a intimidade com Deus, só encontramos em nós mesmos, a oração no silêncio só é possível quando estamos vazios de nós.

      Excluir
    2. Só mesmo uma pessoa completamente ignorante e sem conhecimento da doutrina católica pode achar que Francisco é um bom papa. É por essas bobagens que Nosso Senhor já se perguntava se quando voltasse encontraria fé sobre a terra. O comunista Francisco já "conquista" o mundo, mas da forma errada. Ao invés de submeter e transformar o mundo para a Igreja, coloca a Igreja de joelhos diante de seus inimigos: http://esta-acontecendo.blogspot.com.br/2015/05/francisco-o-nuncio-e-o-tirano.html

      Excluir
  3. Também tive prova da força da oração e fé em Deus, quando entrei em coma em consequência de uma infecção generalizada provocada por contaminação hospitalar. Sofri choque anafilático e mesmo inconsciente lembro de rezar e pedir a Deus que me protegesse e me desse uma nova oportunidade de vida. Isso ocorreu há 33 anos. Sempre peço, rezo e agradeço.

    ResponderExcluir
  4. Tanta criança que mal nasce já está condenada pela doença.....mas, parece haver um deus, que atende uns quantos e despreza outros como se vê em todos os IPOs deste mundo.....os deuses devem ter sido inventados para explicar este fenómenos, pois, qualquer organismo vivo luta pela sobrevivência!..

    ResponderExcluir
  5. Pesquisem os videos do Ricardo Castanon

    ResponderExcluir
  6. (Tentei postar esse comentário anteriormente, mas acho que cliquei no botão sair em vez de publicar. Caso o meu comentário tenha saído duplicado, por favor, ignorem-no.)

    Achei extremamente interessante o comentário do segundo anônimo! Penso que aprofunda a mensagem do post ou nos ajuda a perceber o significado mais profundo desse acontecimento portentoso. De fato, o Papa Francisco pregou contra as novelas fazendo um contraste entre Palavra de Deus e as mensagens mundanas das novelas etc. Tenho percebido a mesma coisa desse anônimo. Tenho um grande desejo de participar mais vezes da missa, mas as missas muitas vezes são mal celebradas. A gente vai desejoso de encontrar Deus e encontra barulho e outras coisas que bloqueiam a união com Deus e, consequentemente, as graças de Deus.

    Se me permitem gostaria de partilhar alguns links sobre a pregação do Papa contra as novelas.

    Missa do Papa: não acreditar nas novelas, mas na Palavra de Deus
    http://pt.radiovaticana.va/news/2014/01/17/missa_do_papa:_n%C3%A3o_acreditar_nas_novelas,_mas_na_palavra_de_deus/bra-764855

    Papa Francisco en la homilía: el cristiano no sigue la moda
    http://youtu.be/Hfh0lEoSWOw

    ResponderExcluir
  7. Eu creio que com força e fé conseguimos, sim, o olhar misericordioso dos Céus e milagres acontecem sim, com toda certeza. Em 1999 após uma crise agudíssima de asma, eu entrei em coma. Me lembro totalmente daquele 31/7....eu senti que estava morrendo, senti que estava asfixiando (uma sensação que não desejo a ninguém mesmo) e a última recordação que me lembro antes de "apagar" foi a de ir até a janela, olhar pro céu e dizer: "Jesus, eu to morrendo. Não me leve agora, eu tenho 2 filhas para criar..." e depois disso eu "apaguei". Quando dei por mim estava na ambulância do Corpo de Bombeiros (a quem meu namorado chamou quando viu que eu estava muito mal), e fui "voltando" aos poucos....eu ouvia ele falar: acho que ela vai sobreviver...
    Depois que finalmente conseguí abrir os olhos ele me disse que eu estive em coma e tive 3 paradas cárdio-respiratórias. Me disse que foi por pouco, muito pouco mesmo, e que mais uns 3 minutos e eu não voltaria.
    Depois fui saber pelo meu namorado que o tenente que prestou os primeiros socorros que ele havia dito (enquanto eu estava inconsciente, na ambulãncia) que a situação era grave, e que haviam 3 opções: 1) eu não voltar do coma. 2) a opção mais comum: voltar com sequelas, que poderiam ser: não mexer parte do corpo, não falar, não andar, ou algo desse gênero, devido à falta de oxigenação no cérebro. 3) a mais improvável de todas: eu voltar sem sequela.
    E eu conseguí a mais imrovável opção 3. Nem o médico e nem o pessoal do hospital para onde fui levada acrditaram que eu havia passado por tudo aquilo e voltado sem sequelas, porque segundo eles, era muito, mas muito raro isso acontecer. Mas eu atribuo isso à minha fé e ao pedido especial que fiz à Jesus quando senti que estava morrendo. E Ele, na sua misericórdia, me deu mais uma chance.
    Sim, pra mim foi um milagre. E eu vou me lembrar sempre desse dia e de como isso tudo aconteceu e PORQUE eu voltei.
    Tenho Jesus sempre dentro de mim, e minhas orações são feitas em casa mesmo, em sua maioria, mas com uma fé inabalável, e acho que isso é importante.
    Acho que a fé está dentro de nós e estejamos onde estivermos, nossa oração será ouvida se for sincera. O que importa é não perdermos nossa fé.

    ResponderExcluir
  8. O Papa Francisco, mais tradicionalista que os "Lefevrianos"? Quem escreveu isso deveria ser trancado imediatamente em um manicômio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade. Não gira bem uma pessoa dessas.

      Excluir
  9. coitadas das crianças que ainda não sabem rezar e morrem de fome

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.