domingo, 2 de dezembro de 2012

Sodoma e Gomorra foram destruídas por um asteroide?

Planisfério assírio, meteorito sobre Sodoma, British Museum
Tabuleta de argila achada no século XIX, mas só agora foi decifrada. British Museum.
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




Os cientistas britânicos Alan Bond, diretor da empresa de propulsão espacial Reaction Engines, e Mark Hempsell, especialista em astronáutica da Universidade de Bristol, decifraram as inscrições cuneiformes de uma tabuleta de argila datada de 700 a.C.

Eles concluíram se tratar do testemunho lavrado por um astrônomo sumério descrevendo a passagem de um asteroide cujas características se assemelham à chuva de fogo que arrasou as cidades de Sodoma e Gomorra.

As informações circularam largamente em páginas da Internet como a BBC Brasil ou jornais como o Times de Londres, La Stampa de Turim, ou The Australian. Elas são objeto de crítica e análise. Os especialistas reuniram dados e conclusões no livro “A Sumerian Observation of the Kofels Impact”, publicado em Londres.

A tabuleta foi descoberta nas ruínas de Nínive por Sir Henry Layard em meados do século XIX. É conservada no British Museum de Londres. Ela é conhecida como “Planisfério” (foto acima) e há 150 anos os cientistas vêm disputando sobre seu verdadeiro significado.

No objeto há anotações de um astrônomo feitas milhares de anos atrás. O “Planisfério” é uma cópia feita por volta do ano 700 a.C., a partir de uma tabuleta suméria muito anterior.

Bond e Hempsell apelaram a tecnologias computadorizadas para simular a trajetória de objetos celestes. Assim reconstruíram o céu observado por esse astrônomo há milhares de anos.

Os cálculos apontaram que o evento descrito aconteceu na noite do dia 29 de junho de 3123 a.C., de acordo com o calendário juliano.

Asteroide penetrando na atmosfera, reconstituição artística
Asteroide penetrando na atmosfera, reconstituição artística.
Assim poderia ter sido o objeto celeste que destruiu Sodoma e Gomorra.
Os pesquisadores interpretam que uma metade do "Planisfério" informa a posição dos planetas e das nuvens. A outra metade descreve a trajetória de um asteroide de mais de um quilômetro de diâmetro.

O asteroide teria voado próximo ao chão, e as ondas supersônicas que produziu impactavam a Terra com força cataclísmica.

Mark Hempsell diz que, pelo tamanho e rota do objeto, pode se tratar do asteroide que se desfez sobre a região de Köfels, nos Alpes austríacos.

O destrutor fenômeno celeste não deixou cratera em Köfels, mas provocou enorme desabamento no morro sobre o qual explodiu. Esse desabamento intrigava aos geólogos. Eles não imaginavam a causa certa e procuravam a cratera provocada pelo impacto de um objeto celeste.

Mas esse não colidiu ali na superfície, explodiu no ar, produzindo desabamentos.

A explosão teria gerado uma bola de fogo avançando a uma velocidade de 5 quilômetros por segundo com temperaturas de até 400ºC. Na hora de atingir a terra essa massa incandescente teria devastado por volta de 1 milhão de quilômetros quadrados.

O local da queda teria sido a 2.000 quilômetros de Köfels. Quer dizer teria caído de cheio na área do Mar Morto. Segundo Hempsell a devastação se assemelha à descrição bíblica da destruição de Sodoma e Gomorra, e catástrofes mencionadas em mitos antigos.

Nenhuma forma de vida pode ter sobrevivido em tal vez centenas de quilômetros em volta do centro da queda.

Para o pesquisador, a nuvem de fumaça causada pela explosão do asteroide teria atingido o Sinai, algumas regiões do Oriente Médio e o norte do Egito.

Em Köfels há traços de um impacto cósmico que provocou o desabamento de uma área de 5 quilômetros de largura.

Cometa McNaught visto no ceu da cidade de Christchurch,Nova Zelanda
O cometa McNaught fotografado sobre a cidade de Christchurch, Nova Zelanda
Para Hempsell e Bond a trajetória do meteorito descrita na tabuleta leva a achar que no seu percurso, o asteroide causou pavorosas destruições numa longa faixa. Sodoma e Gomorra estavam nessa faixa e teriam sido destruídas pelo fogo e pela onda de impacto provocada.

O Gênesis assim descreve o acontecimento:
20. O Senhor ajuntou: “É imenso o clamor que se eleva de Sodoma e Gomorra, e o seu pecado é muito grande.

21. Eu vou descer para ver se as suas obras correspondem realmente ao clamor que chega até mim; se assim não for, eu o saberei.” (Gen, 18-21-ss)

Abraão que “ficou em presença do Senhor” fez apelo para salvar as cidades ímpias. Abraão obteve que Deus perdoasse as cidades se nelas e encontrasse dez justos.

32. Abraão replicou: “Que o Senhor não se irrite se falo ainda uma última vez! Que será, se lá forem achados dez?” E Deus respondeu: “Não a destruirei por causa desses dez.”

33. E o Senhor retirou-se, depois de ter falado com Abraão, e este voltou para sua casa. (Gen, 18, 32-33ss)
Porém, nem esses dez justos havia. Dois enviados de Deus, anjos com forma masculina, foram até Sodoma para tirar Lot e sua família. Mas foram percebidos pela população que rodeou a casa de Lot e exigiu com violência que lhes fossem entregues para abusarem deles.

9. Eles responderam: “Retira-te daí! – e acrescentaram: Eis um indivíduo que não passa de um estrangeiro no meio de nós e se arvora em juiz! Pois bem, verás como te havemos de tratar pior do que a eles.” E, empurrando Lot com violência, avançaram para quebrar a porta.

10. Mas os dois (viajantes) estenderam a mão e, tomando Lot para dentro de casa, fecharam de novo a porta.

11. E feriram de cegueira os homens que estavam fora, jovens e velhos, que se esforçavam em vão por reencontrar a porta.

12. Os dois homens disseram a Lot: “Tens ainda aqui alguns dos teus? Genros, ou filhos, ou filhas, todos os que são teus parentes na cidade, faze-os sair deste lugar,

13. porque vamos destruir este lugar, visto que o clamor que se eleva dos seus habitantes é enorme diante do Senhor, o qual nos enviou para exterminá-los.”

14. Saiu Lot, pois, para falar a seus genros, que tinham desposado suas filhas: “Levantai-vos, disse-lhes, saí daqui, porque o Senhor vai destruir a cidade.” Mas seus genros julgaram que ele gracejava.

15. Ao amanhecer, os anjos instavam com Lot, dizendo: “Levanta-te, toma tua mulher e tuas duas filhas que estão em tua casa, para que não pereças também no castigo da cidade.”

Lot foge de Sodoma destruida pelo fogo divino, Gustave Doré
Lot foge de Sodoma. Sua mulher vira coluna de sal.
Gravura de Gustave Doré (século XIX)
16. E, como ele demorasse, aqueles homens tomaram pela mão a ele, a sua mulher e as suas duas filhas, porque o Senhor queria salvá-los, e o levaram para fora da cidade. (Gen, 19, 9 e ss.)

Lot impetrou e obteve de Deus que o aldeamento de Segor fosse poupado para nele se refugiar com os seus.
23. O sol levantava-se sobre a terra quando Lot entrou em Segor.

24. O Senhor fez então cair sobre Sodoma e Gomorra uma chuva de enxofre e de fogo, vinda do Senhor, do céu.

25. E destruiu essas cidades e toda a planície, assim como todos os habitantes das cidades e a vegetação do solo.

26. A mulher de Lot, tendo olhado para trás, transformou-se numa coluna de sal.

27. Abraão levantou-se muito cedo e foi ao lugar onde tinha estado antes com o Senhor.

28. Voltando os olhos para o lado de Sodoma e Gomorra e sobre toda a extensão da planície, viu subir da terra um fumo espesso como a fumaça de uma grande fornalha.

29. Quando Deus destruiu as cidades da planície, lembrou-se de Abraão e livrou Lot do flagelo com que destruiu as cidades onde ele habitava. (Gen, 19, 23 e ss)

* * *

A tese defendida pelos britânicos Alan Bond e Mark Hempsell tem verossimilhança. Porém ainda deve passar pelo crivo da crítica científica. Isto pode demorar anos e trazer tal vez enriquecimentos ou modificações importantes. Ou até sua substituição por outra. Ou a sua confirmação, seja pela demonstração definitiva, seja pelo consenso dos cientistas prudentes.

A proposta, entrementes, não deixa de fornecer valiosos elementos para a reflexão.

Sodoma e Gomorra, John Martin.
A destruição de Sodoma. Quadro de John Martin (1789–1854)
Deus costuma agir por meio de causas segundas. Quer dizer por meio de seres criados, como elementos da natureza, homens ou anjos.

No caso de Sodoma e Gomorra, Deus se valeu do fogo: “fez cair uma chuva de enxofre e de fogo”.

A dedução de Bond e Hempsell explicaria a “causa segunda” empregada por Deus para gerar a formidável massa de fogo capaz de provocar a “grande fornalha” que “destruiu essas cidades e toda a planície, assim como todos os habitantes das cidades e a vegetação do solo”: um asteroide que causou profunda impressão nos astrônomos caldeus que o viram passar.

O local estimado de Sodoma e Gomorra fica nas vizinhanças do Mar Morto, nos sítios arqueológicos de Tall el-Hamaam e Tall Kafrein.

P.S. novembro 2015: Dados publicados recentemente com os resultados de décadas de escavações em Tall el-Hamaam, Jordânia, confirmaram com certeza que Sodoma ficava ali. E reforçaram ainda mais a teoria dos dois cientistas britânicos.


47 comentários:

  1. Novamente estou aqui para dizer o quanto me torno leitor assíduo de seu blog. A respeito de tudo que já li e em minhas experiências no campo da pesquisa em história, aprendi que de certo modo e, até certo ponto, se não pode provar não mexa.
    Mas, embora não consigamos provas concretas sempre acho que as ligações existentes entre plano das estruturas, plano das conjunturas e das ações humanas concretas, nos diferentes contextos históricos, aja vista sua variedade de documentação, existe um elo que, espero eu, embora até então acho isso impossível, nos traga a verdade; se é que existe uma verdade. O fato é que acredito que exista algo muito além do que nossa vã filosofia, pode nos dizer. Não sou ateu e nem gosto de confrontar ciência com religião, todavia até um determinado espaço creio que isso não só é possível como tem que ser feito.
    Novamente meus parabéns pelo fantástico trabalho, e gostaria de deixar a recomendação p/ que seja feita menção de suas fontes e bibliografias no final de cada artigo, dará para os leitores maior credibilidade ao que foi dito.
    Um grande abraço, fique bem fique com Deus!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola meu querido saiba que a linguagem que os antigos usavam na antiguidade era diferente da nossa.
      Veja que os cientistas nao tinham nome de cientistas antes e imagina que você ve um meteoro e nao dabe o nome daquele objeto e o mesmo tem o peder de trazer toda aquela chama e devastação que houve em sodoma o que voce diria.
      Pra Abraão, Lot e os astrônomos da antigiidade era chuva de meteorito vinfo do Senhor e você sabe qual a altura e lonjura da morada de Deus ele nao comanda todo o universo??
      Então fica pra sua reflexão e com isso tera sua própria resposta.

      Excluir
    2. Os Cientistas querem da nomes para obras e manifestações de Deus. Eu não vejo problemas em nomear. Meu problema é quando alguém diz que foi tudo natural e não precisou de uma ação divina.

      Excluir
    3. Seu problema é ter necessidade de negar uma coisa para poder econfirmar outra.So Deus é resposta exata?Devemos viver negando nossa inteligência e nossas conquistas e descobertas?Capacidades dadas à sua semelhança.A ciência não nega Deus.Nem Deus impede a ciência.

      Excluir
    4. Nathalia não é assim com você pensa!

      Muito miope sua visão. Você deveria estudar mais e pesquisar mais antes de opinar

      Excluir
  2. eu gostei muito do texto aqui abordado! meus parabens

    ResponderExcluir
  3. poxa.. parabéns pelo blog informações de boa qualidade. assinarei para receber fedd no email.

    ResponderExcluir
  4. Elizabeth-28 de julho de 2012
    Nunca tinha lido nada sobre Sodoma e Gomorra, gostei muito do texto, mas como o primeiro comentário, seria bom as fontes de onde tiraram as informações.Acredito na tese de um meteorito mas sem desacreditar que teria nisso o poder ou o conhecimento de Deus.Muito obrigada pelas informações, parabéns.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezada Elizabeth:
      As fontes se encontram clicando nos links correspondentes no post.
      atenciosamente

      Excluir
    2. Concordo com você

      Excluir
  5. Somos evangélicos(EU E MEU MARIDO)e resolvemos buscar mais sobre pecado da humanidade,pois bem sabemos que conforme a BIBLIA SAGRADA fomos gerados no pecado e nos tornamos destituidos da gloria de DEUS,mas encontramos em JESUS CRISTO o perdão de nossos pecados: e encontramos neste post algo mais que,como pregadores da palavra de DEUS,nos ajuda e muito,ex:extenção da area atingida e outros,prometo q/vou visitar mais esta pg.deixo que nem uma folha de arvore se move a não ser pelo poder de DEUS.Até por eu estar aqui interegindo contigo é permissão de DEUS.A PAZ.'-JOANA DARC E ABILIO/PORTO ALEGRE/04-05-2013.

    ResponderExcluir
  6. Olá, caríssimos leitores e administradores do blog.
    Apesar de ser cristão, acho válido um estudo minucioso da biblia.
    Sabemos, através das explicações das ciencias sociais tais como filosofia e sociologia, que antigamente os homens atribuiam ao divino tudo aquilo que não sabiam explicar. Os gregos antigos, não sabendo explicar verdadeiramente os fenomenos fisicos referentes aos trovões e aos raios, diziam que estes se davam quando Deus estava com raiva. Hoje sabemos que não é assim.
    Mitos eram criados pelos homens da antiguidade para justificar fenomenos dos quais eles não sabiam as reais causas.
    Como foi postado nesse link do blog, hoje todos os estudos apontam para que um asteroide tenha destruido as cidades de Sodoma e Gomorra. Com base nisso, os homens da epoca desse acontecimento historico e biblico, não sabendo explicar verdadeiramente o que havia acontecido, atribuiram o asteroide a Deus e mais uma vez desenvolveram um mito, assim como os gregos antigos e suas justificativas para os raios e trovões.
    De fato, houve a destruição dessas cidades (a biblia e a ciencia, assim como mostra o blog, provam isso). Mas será mesmo que esse asteroide foi enviado por Deus para aniquilar os pecados da região ou essa explicação não passa de outro mito da antiguidade?
    Um grande abraço a todos.
    Que Deus os abençoe.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Claro que sim ne amigo. Ou vc nao acredita na biblia, ou vc acha que tudo que ta na biblia eles nao soube explica ?

      Excluir
    2. Olha senhor Gabriel Lula não estou aqui para te julgar , alias , não sou ninguém pra isso , mas o dia em que você conhecer a Deus verdadeiramente lhe terá por mérito uma resposta. ( João 8-32 fala " e conhecereis a verdade, e a verdade voz libertará) fique em paz amado

      Excluir
    3. Você falou algo certo: na Grécia antiga os humanos explicavam os fenômenos que não sabiam explicar através dos "mitos". Mitos serviram para aquela época, para entender o que não se compreendia, mas a ciência conseguiu derrubá-los por que a verdade não estava com essas historias inventadas pela mente humana para explicar os fenômenos que aconteciam. Portanto os mitos caíram por terra pois a ciência provou que os mesmos não tinham embasamento científico para explicar os fenômenos existentes, nem sequer tinham uma correlação lógica de causa e efeito.Em relação à Deus, é completamente diferente. A verdade de Deus não se aplica somente aquela época, mas é extremamente atual, serve até os dias atuais e explica melhor do que a ciência a existência do universo e da origem dos seres humanos e da vida na terra. Alias nem com a tecnologia de hoje consegue-se criar vida com substancias inorgânicas e ate mesmo orgânicas, quiçá num ambiente inóspito como postula as diversas teorias, entre elas o Big Bang. A ciência postula a existência de Deus, simplesmente porque não pode e nem consegue derrubar a existência do Senhor. Algumas questões para você refletir isso: Por que em meio a tanta ciência e tecnologia, diante do apogeu da era científica, não se consegue derrubar o que seria um "mito da antiguidade"? Por que existem tantos fatos que se correlacionam perfeitamente com a biblia e a história veio comprovar depois, sendo portanto verdadeiros e não mera imaginação humana? Deus existe, e ele não só explicava o que já aconteceu, mas o que IRIA acontecer (como no caso da destruição de Sodoma e Gomorra) e mais: Deus conhecia o futuro com exatidão surpreendente, basta observar outros fatos históricos e perceber isto.

      Excluir
  7. Amei o blog.Sou católico e creio sim ser meteoritos que destruiram Sodoma e Gomorra!

    ResponderExcluir
  8. Rosalina Lima S. Cassemiro12 de abril de 2015 14:42

    Eu acredito que foi um meteoro que destruiu as cidades de Sodoma e gomorra.E do jeito que a nossa era está as pessoas desobedientes adeus, Corre o risco de haver outro Meteoro na Terra.E isso não ocorre pelo sacrificio que Jesus fez por Nós devemos todo o nosso livramento a Jesus. Amem e Amem.

    ResponderExcluir
  9. Rosalina Lima S. Cassemiro12 de abril de 2015 14:48

    Agora temos Jesus Cristo que levou nossos pecados na Cruz.Para não haver meteoros destruindo nossas cidades.Mas o povo estão pecando demais. SÓ DEUS para ter compaixão de nós.


    ResponderExcluir
  10. Todos os pecados e acontecimentos de hoje sao impossiveis d c mudar pq esta escrito nas profecias q seria assim ,CRISTO esta a porta...

    ResponderExcluir
  11. A ciência com a sua sutileza tem convertido muitos a incredulidade, dando razão a "sabedoria" do homem.
    A sabedoria do homem para Deus é loucura.

    ResponderExcluir
  12. Genesis cp 13.13 Diz que os homens de Sodoma, eram maus e grandes pecadores contra o Senhor. Será que foi por isso que foram punidos?

    ResponderExcluir
  13. Eu creio que simSomente Lot e seus familiares foram poupados.Já os habitantes de Nínive temeram a ira de Deus e se converteram a tempo.

    ResponderExcluir
  14. Márcia -08 de dezembro de 2015

    Estou gostando demais de tudo que recebo.Sodoma e Gomorra - texto tudo de bom.Obrigada

    ResponderExcluir
  15. Anatalicio gomes 8/12/2015 23:48
    Sou católico e muito me fascina as discussões não tendenciosas entre a Bíblia e a ciencia. Mas acho que os cientistas são mais crentes da Bíblia do que os próprios cristaos porque através de suas investigações eles acabam se tornando testemunhas da grandeza de Deus. Se a Bíblia fosse um livro comum e que foi escrita ha tanto tempo por pessoas simples e rudes, como, pessoas iletradas conseguiram relatar fatos de uma maneira logica e usando uma linguagem catedratica? Como naquele tempo essas pessoas comuns pensaram em escrever um livro pra confundir a ciência?

    ResponderExcluir
  16. Já vi em um documentário sobre a destruição dessas cidades que fissuras abertas por um terremo saíram gás natural e enxofre provocando a combustão e incendiando toda aquela região, seja la o que aconteceu as sagradas Escrituras a presentam a destruição das cidades e daquela gente pecadoras, eles atingiram o nível de pecado ao ponto de atraírem a destruição ficando por exemplo para nós que vivemos no século 21. Isto é justiça de Deus sobre os que rejeitam sua palavras 2ªPe 2: 6 - 8.

    ResponderExcluir
  17. Sou Cristão e humano,por isso tudo o que a Bíblia nos relata está no centro da verdade senão vejamos. Nos episódios que nos conta a Bíblia das pragas infligidas ao Egipto ,até na própria saída dos judeus e tantas outras passajens da Escritura

    ResponderExcluir
  18. Sou Cristão e humano,por isso tudo o que a Bíblia nos relata está no centro da verdade senão vejamos. Nos episódios que nos conta a Bíblia das pragas infligidas ao Egipto ,até na própria saída dos judeus e tantas outras passajens da Escritura

    ResponderExcluir
  19. Estranho! Se a cidade foi destruída por um meteoro, cujo poder destruidor atingiu algumas centenas de quilômetros ao redor da cidade, como então, a esposa conseguiu ver a cidade sendo destruída e virou uma estátua de sal? Não estaria Ló e toda sua família mortos em razão da proximidade da cidade, eis que a mulher de Ló viu a destruição da cidade?
    Meteoro? Muito estranho!

    Eduardo

    ResponderExcluir
  20. Meteoros com 1 ou 2 metros de diâmetro são suficientes para destruir uma cidade(pequena)

    ResponderExcluir
  21. Falaram, falaram, mais o fato de a mulher de Ló virar pedra ninguém explicou né
    simples, so falaram ma razão humana.

    ResponderExcluir
  22. Gostei muito desse conteúdo, esclarece melhor os dizeres bíblicos quando ilustrado como está. Muito bom e creio que a destruição foi obra de Deus sim, para cessar as maldades humana que estavam e estão sempre contrariando a vontade de Deus. Alias se nós seguíssemos Seus ensinamentos
    não precisaria de nenhuma intervenção!

    ResponderExcluir
  23. Muito legal esse artigo ainda mais quando a ciência se confirma com as escrituras bíblicas. E o que mais me impressiona é que existem gente ignorante que afirma de falácias que nunca existiu homossexualidade antes de Cristo. É cada pérola que a gente encontra na internet. Mas tudo isso é resultado de falta de conhecimento.
    Parabéns novamente!

    ResponderExcluir
  24. Deus é a Inteligência Suprema, Causa Primária de Todas as Coisas!!! Deus é o Criador!!! Sendo assim é o Criador cósmico, de tudo é óbvio, de todas as leis que regem o Universo (gravidade; órbitas planetárias, de asteróides, meteoritos, cometas; leis da natureza e etc) e as leis morais onde sua base é o Amor de onde vem todos os aspectos bons (perdão, compaixão, caridade, misericórdia e etc). Portanto é mais do que lógico que Deus se utilize de Sua Própria criação para seus Desígnios, pois nada foi criado sem que tivesse seus propósitos. Deus é soberanamente justo e bom, que reforçou a nós seres humanos ainda cabeças duras, Sua Lei através do amado mestre Jesus. E repito, toda a base da Lei Moral de Deus é o Amor, justamente o oposto que ocorria em Sodoma e Gomorra, lá havia dedicação a vida material mundana, violência, estupro e depravação de qualquer orientação sexual, incluindo heterossexuais. Mas numa época em que consideravam que a mulher não tinha alma e era uma propriedade do homem, ser estuprada não era considerado errado aos olhos dos homens, mas de Deus sim. Querem usar passagens como a de Sodoma e Gomorra para atingir homossexuais, mas não entenderam o verdadeiro motivo da destruição, que foi a maldade acima de tudo e o uso do sexo com depravação e violência por parte de toooda a população. Da mesma forma que a família dd Ló foi salva, um casal homossexual que vivesse no amor verdadeiro também o seria!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A questão não foi amor. A Bíblia conta claramente que Deus amava aquelas pessoas, e estaria disposto a deixar a cidade com vida se lá tivessem 10 justos. Deus ama todas as pessoas, independente de seus pecados, porque quer nos salvar, MAS Ele vai destruir esse mundo no final, e a base de seu julgamento é a justiça, o padrão que ele colocou. E o homossexualismo é pecado tanto no velho testamento quanto no novo testamento. Assim como adulterio, promiscuidade, assassinato, mentira... pecado é pecado. Pra ser salvo precisa das vestes de justiça de Cristo, aceitar o sangue que Ele derramou por nós. Inventar desculpas é rejeitar a graça de Cristo.

      Excluir
    2. O demônio é o pai da mentira, já dizia o nosso Senhor Jesus Cristo segundo os evangelhos sagrados. Como podem distorcerem tanto os ensinamentos que Deus nos deixou e ainda distorcerem de de forma tão hipócrita? É bem claro, no Antigo Testamento, que o homossexualismo é pecado e é ainda abominável aos olhos de Deus. E que amor é o homossexualismo? pois se a pratica e o conceito da própria palavra referem-se ao SEXO entre pessoas do mesmo sexo ou atração sexual pelas pessoas do mesmo sexo. Sexo é muito diferente de amor. Como pode alguém viver no verdadeiro amor fazendo o que desagrada a Deus? E como ama o próximo então? não ama nem sequer a Deus, pois não respeita e é desobediente ao Senhor, isso sim! e ah, a desobediência... outro sinal da influência de lúcifer e não da verdade de Deus. Nunca ouvi dizer que se render aos desejos da carne, realizar o que Deus estabelece como pecado (e abomina aos Seus olhos) fosse viver o "verdadeiro amor". Deixem de ser hipócritas e parem de deturpar as palavras de Deus. O verdadeiro amor não tem nada a ver com tipo de atração sexual, nem com praticas heterossexuais que desagradam a Deus (aquelas que não respeitam o corpo humano que é o templo sagrado do Espirito Santo e que não são abençoadas por nosso Deus ou que não seguem as observações dos dez mandamentos) e tem muito menos a ver com práticas homossexuais que são claramente pecado por si só. Deus fez homem e mulher, é a ordem natural das coisas. Porém o demônio, influenciando muitas pessoas, estabelece a sua mentira na mente de muitos. Como dizia São João, o mundo jaz sobre o poder do maligno. Que Deus tenha misericordia de nós neste mundo que quer fazer todos engolirem as mentiras de satanás, tomadas como "verdades" para tantos.

      Excluir
    3. A final ,o que destruiu sadoma e Gomorro pode ter sido esteróide sim,mais enviado de Deus. Sobre o pecado homosexualismo, é errado,mais Deus n falam pra ponilos,e nem sentir ódio.Será qe homossexualismo existe pra saber até onde vai o respeito e amor pelo próximo?! Nada é em vão...

      Excluir
  25. O que não bate aí, é o ano informado, 700 a.C, pois a destruição de Sodoma e Gomorra, foi depois do Diluvio e o Diluvio, nem no ano grego e nem no ano mundi, aparece anterior a 700 a.C.

    ResponderExcluir
  26. Uma matéria como esta só vem provar que Deus usa as coisas para fazer o que é de Sua vontade. Fogo...Meteoro...Ele cumpriu o que era de Seu plano.
    A história apenas veio provar que o fato aconteceu. Se ficou também na história ( respondendo a um comentário anterior) sobre o que houve com a mulher de Lot, ela podia muito bem estar caminhando a frente do marido e filhas e eles assistiram o que aconteceu.
    O fato do idioma ser antigo, escrito por pessoas de pouco conhecimento não muda a essência do acontecimento: Deus simplesmente permitiu, sendo ele criador dos céus e dá terra que um corpo celeste destruísse parte de Sua criação que não merecia continuar.

    ResponderExcluir
  27. Alguém pode informar pelo menos qual foi a data da destruição..qual foi o período?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Si tu lês o artigo saberás a data exata e muito mais.

      Excluir
  28. Preciso ter pelo menos uma base para estudo.

    ResponderExcluir
  29. Eu gostaria de saber se é que houve delúvio !? qual o tamanho dessa arca, para poder caber um casal de cada espécie!? como que um ser humano só, poderia fazer uma arca tão grande, que coubesse tantos casais de animais? sem ferramenta nenhuma!?outra coisa é que Adão e Eva tiveram dois filhos, Caim e Abel, e um matou o outro! como que procriaram os outros seres humanos??

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobre o dilúvio pesquise no link https://cienciaconfirmaigreja.blogspot.com.br/search/label/dil%C3%BAvio

      Excluir
  30. Boa noite, sou teólogo e também mestre em arqueologia bíblica. E essa reportagem e muito importante, assim como varias passagens da bíblia possuem comprovação cientifica, como exemplo, os muros de jerico, da qual já foi comprovado sua destruição de dentro para fora, como um grande terremoto, concluindo realmente o cerco de Josue a cidade, e como também comprovada a existência de Abraáo, não só pela Bíblia, mas a existência de recibos em argila com seu nome ainda em UR. Na ciência vemos informações logicas e coerentes para cada manifestação de poder de Deus, afastando o sobrenatural, mas para mim só mostra o quanto e sobrenatural, pois cada acontecimento registrado foi sempre em prol de um povo escolhido ou pessoa escolhida e independente da forma que ocorreu ou foi detalhada pelos autores na escritura, só reforça a tese de um poder maior. O fato de afirmar que foi asteroide ou vulcão que ativou o que foi relatado na bíblia como o poder de Deus vindo do céu, não desamarra em nada o sobrenatural, mas só mostra que Deus sempre cuidou de seu povo, afinal, não foi só um acontecimento, mas dezenas deles ao longo da bíblia e não tem como haver coincidências. Tenho sempre em minha vida que primeiramente vale a minha fê, independente de comprovação. Deus continue abencoando seu blog e sua vida.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.