segunda-feira, 28 de maio de 2012

Excavações no palácio, fortaleza e túmulo do rei Herodes I, local envolto numa lembrança de horror

Vista aérea de Herodium e das excavações.
O túmulo do rei Herodes I, o Grande, que ordenou a massacre dos inocentes visando matar o Menino Jesus, foi localizado em 2007 por pesquisadores da Universidade Hebraica de Jerusalém.

Desde então vem sendo recuperadas salas e instalações desse palácio todo feito em estilo grego pagão.

Sala da residência de Herodes recentemente recuperada
Sala da residência de Herodes recentemente recuperada
O local leva o nome de Herodium e fica a poucos quilômetros de Jerusalém.

Esse cruel rei governou a Judéia até sua morte. Tratava-se de um monarca impostor sustentado pelos romanos.

Ele fez obras colossais como reformar o Templo (o mesmo do tempo de Nosso Senhor), para se granjear a simpatia do povo.

Porém, este odiava-o profundamente. Percebendo a antipatia de Jerusalém, Herodes mandou construir um palácio-fortaleza fora da capital.

Conta-se que a estrela que guiava os Reis Magos desapareceu quando chegaram em Jerusalém. Eles supuseram que o Messias estaria na cidade, imersa ela própria na alegria.

Porém: nada! Interrogaram então a Herodes.

quinta-feira, 17 de maio de 2012

2012: o que dizem as profecias dignas de crédito?

"Fim do mundo em 2012": falsas profecias  tocam no desespero e na blasfêmia
"Fim do mundo em 2012": falsas profecias
tocam no desespero e na blasfêmia
Em recente post tratamos dos boatos sobre o infundado "fim do mundo" no presente ano de 2012. E o fizemos basicamente do ponto de vista da ciência.

O tema, porém, tem um importante conteúdo essencialmente religioso que não tratamos nesse post.

Para completar a abordagem do assunto, tratamos dos aspectos proféticos do assunto num blog consagrado especificamente à temática:


Veja:
“Profecias” sobre o “fim do mundo” em 2012: alarmismo danoso

“2012”: Avisos do Céu falam que hoje não vivemos o fim mas o prelúdio de um triunfo divino

“2012”: mais santos falam que não vivemos no fim do mundo, mas nas proximidades de um triunfo divino

“2012”: Nossa Senhora anunciou que não vivemos no fim do mundo mas num preâmbulo do triunfo divino

“2012”: a voz dos Papas aponta a vitória da Igreja sobre o Leviatã do caos universal nos dias vindouros

quarta-feira, 2 de maio de 2012

A Santa Casa de Loreto: descobertas científicas de causar pasmo.

Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs







Desmentida a intervenção humana


Aventaram-se hipóteses de uma trasladação operada por homens. Além de carecem de qualquer documentação, elas se revelaram insustentáveis do ponto de vista científico.

Para essas hipóteses serem históricas teria sido necessário desmontar as pedras e os tijolos da Casa em Nazaré para depois refazer as paredes no local de chegada. A operação deveria ter sido repetida em cada uma das mudanças.

Desde a Palestina até a costa do Mar Adriático, onde a Casa apareceu em cinco lugares diversos, medeiam dois mil quilômetros de viagem terrestre e marítima. Materialmente, o transporte teria sido impossível sem graves danos, perdas e/ou sinais da mudança.

Rapidez inexplicável da translação

Acresce-se, ainda, a momentaneidade – ou quase – da viagem. Os dados conhecidos apontam que a Santa Casa saiu de Nazaré em maio de 1291. A chegada a Tersatto (primeira etapa) aconteceu em 9/10 de maio de 1291, segundo registro esculpido em pedra na época.