quinta-feira, 24 de março de 2016

A Paixão de Cristo revive na Paixão da Igreja





Em face do drama em que se encontra a Santa Igreja, muitas almas procuram, então, assumir uma posição de indiferença, parecida com a de numerosos contemporâneos de Nosso Senhor, que acreditavam que Ele era Homem-Deus, mas que, durante a Via Sacra, vendo-O passar, em vez de se compadecer por seus lancinantes sofrimentos, achavam entretanto melhor não considerá-los, mas pensar em outras coisas.

A evidência dos fatos deixa patente que a partir do Concílio Vaticano II penetrou na Igreja, em proporções impensáveis, a “fumaça de Satanás”, de que falou Paulo VI, a qual se foi dilatando dia a dia mais, com a terrível força de expansão dos gazes.

Para escândalo de incontáveis almas, o Corpo Místico de Nosso Senhor Jesus Cristo entrou no sinistro processo da como que autodemolição, a que aludiu aquele mesmo Pontífice, em Alocução de 7 de dezembro de 1968.

A História narra os inúmeros dramas que a Santa Igreja Católica, Apostólica, Romana sofreu nos vinte séculos de sua existência.

Oposições que germinaram fora dEla, e de fora mesmo tentaram destruí-La.

Tumores formados dentro dEla, extirpados, contudo, pela própria Esposa de Cristo; mas que, já então de fora para dentro, tentaram destruí-la com ferocidade.

segunda-feira, 14 de março de 2016

O túmulo dos Santos Macabeus, símbolo das reações nos momentos em que parece tudo perdido

Conhecido como 'Pilar de Absalão', o monumento ajuda
a se fazer uma ideia de como foi o mausoléu dos Macabeus.
O Pilar marca o local da morte do filho revoltado do rei Davi
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




continuação do post anterior: A perspectiva de ter achado o túmulo dos Santos Macabeus reacende as esperanças



A porta-voz da Autoridade das Antiguidades de Israel, Yoli Shwartz, explicou que “foram descobertos jazigos magníficos na base da estrutura.

“O entusiasmo foi muito intenso e o arqueólogo Clermont-Ganneau até escreveu um documento afirmando: ‘não há margem de dúvidas. Encontrei a Tumba dos Macabeus, e o túnel aberto contém as cinzas de Matatias... As ruínas da tumba correspondem perfeitamente ao Túmulo dos Macabeus segundo é descrito nas fontes históricas’.

“Porém, ele fez uma restrição: ‘é possível que esta estrutura tenha sido construída pelos cristãos para comemorar o local do enterro dos Santos Macabeus, pois eles eram considerados santos pelo cristianismo.

“‘Pode ser que no futuro se encontrem provas inequívocas apontando que este é o local onde foram sepultados os Macabeu’”.