segunda-feira, 2 de abril de 2012

Santo Sudário: as ciências diante do humanamente inexplicável

John e Rebecca Jackson com modelo tridimensional do Homem do Sudário
Luis Dufaur
Escritor, jornalista,
conferencista de
política internacional,
sócio do IPCO,
webmaster de
diversos blogs




A Santa Igreja não teme a ciência.

Pelo contrário, abre possibilidades para que ela, usando seus métodos de pesquisa e análise, diga o que lhe compete para comprovar a veracidade de um fato ou a autenticidade de um objeto.

Assim como São Tomé só acreditou na Ressurreição de Nosso Senhor quando meteu o dedo no lugar dos cravos e a mão na chaga aberta pela lança, o mesmo aconteceu com a ciência a propósito do Santo Sudário.

Partindo da hipótese de que poderia ser uma falsidade, os cientistas ocuparam-se em estudá-lo.

E a cada progresso nas pesquisas, novas maravilhas foram sendo descobertas.



Nos Estados Unidos, formou-se um grupo de investigação denominado Projeto de Pesquisa do Sudário de Turim (STURP).

Santo Sudário, exames laboratoriaisEm 1978 uma equipe de cientistas desse grupo efetuou uma série de exames num total de 120 horas.

Dentre os vários testes aplicados, cumpre destacar fotos e microscopia eletrônica, raio-X, espectroscopia, fluorescência ultravioleta, termografia e análises químicas.

Os resultados dos exames laboratoriais demonstraram que o desenho que aparecia no pano não poderia ter sido feito por mãos humanas e que não se tratava de uma pintura.

As manchas de sangue marcaram o tecido de modo diverso do que seriam as produzidas por um cadáver comum.

Quando a impressão se produziu, tudo leva a crer que o tecido não estava comprimido pela pressão do corpo.

Tratava-se realmente de sangue humano, de tipo sangüíneo AB.

Um criminologista e botânico suíço, Max Frei, identificou células de pólen de quarenta e nove plantas diferentes presentes no tecido, sendo algumas delas européias e trinta e três originárias da Palestina e da Turquia.

Este fato confirma o percurso do Santo Sudário de Jerusalém a Turim nos seus vinte séculos de existência.

Santo Sudário, análisesDois físicos da Força Aérea norte-americana notaram a presença de objetos circulares colocados sobre os olhos e levantaram a hipótese de que fossem moedas.

Francis Filas, professor da Universidade Loyola, de Chicago, comprovou por análise de computador que se tratavam realmente de moedas de Pôncio Pilatos, cunhadas entre os anos 29 e 32 de nossa era.

Estudos arqueológicos em cemitérios judaicos confirmam que os judeus no primeiro século costumavam colocar moedas sobre os olhos dos mortos para manter as pálpebras cerradas.

Diogo Waki

5 comentários:

  1. OLá, achei esse blog lindo!

    Posso relacioná-lo ao meu? e posso tb postar algumas matérias no meu?

    Abraço


    Pax Domini

    ResponderExcluir
  2. Ana Maria:

    Pode, sem dúvida, relacioná-lo.

    E aproveitar a matéria que lhe pareça interessante.

    Saudações

    In Iesu et Maria, Luis

    ResponderExcluir
  3. Rosane de Souza Reis3 de abril de 2012 10:53

    "O Sinal", livro de Thomas deWesselow, historiador de arte inglês, conclui que o Santo Sudário é um mistério não desvendado, conforme matéria da Veja desta semana.

    ResponderExcluir
  4. O Santo Sudário tem sido objecto de muitas controvérsias e algumas especulãçõs! É difícil (pelo menos para mim), acreditar que passados mais de dois mil anos, hajam vestígios de um "pano" que serviu de envolta para cobrir o Corpo de Jesus!
    Consultei este site e parece não haverem duvidas!

    ResponderExcluir
  5. NADA HÁ ENCOBERTO QUE NÃO SEJA REVELADO, MAS QUANDO A VERDADE VIER SERÁ TARDE PARA OS QUE ESPERAM VER PARA CRER. O SUDÁRIO ASSIM COMO A IMAGEM DE GUADALUPE, SEM SOMBRA DE DÚVIDAS SÃO OBRAS DO PAI, MAS AOS INCRÉDULOS AINDA QUE RESSUSCITE ALGUÉM DOS MORTOS NÃO ACREDITARÃO, PREFEREM CRER QUE OS POLÍTICOS SÃO BONZINHOS, E QUE A MAÇONARIA NÃO É OBRA DO DIABO DO QUE ACREDITAR EM DEUS E NAS MENSAGENS DE JESUS E MARIA PARA ESTES ÚLTIMOS SEGUNDOS QUE NOS RESTA NESTE MUNDO QUE JAZ NO MALIGNO.

    ResponderExcluir

Obrigado pelo comentário! Escreva sempre. Este blog se reserva o direito de moderação dos comentários de acordo com sua idoneidade e teor. Este blog não faz seus necessariamente os comentários e opiniões dos comentaristas. Não serão publicados comentários que contenham linguagem vulgar ou desrespeitosa.